“SAIA DO SEU CASULO, MESMO QUE SÓ…”

 

               

 

VENCER COM SEUS PRÓPRIOS ESFORÇOS

(R.L)

 

Estava um homem a descansar embaixo de uma árvore quando notou, pendurado acima de sua cabeça, um casulo de dentro do qual tentava sair uma pequena borboleta. O homem passou a observar os esforços da larva, que inicialmente fez um minúsculo buraco na parede do casulo e depois começou a aumentá-lo, com enorme esforço.

As horas se passavam. O homem foi e voltou, mas a borboleta
não fazia nenhum progresso em seu árduo trabalho.
Apenas se debatia, alternando a posição do corpo, recém-formado. O homem, aflito com a situação do inseto, resolveu ajudá-lo.
Tirou do bolso um canivete e, com ele, de um golpe só, cortou o casulo que o prendia.


Imediatamente a borboleta se estatelou no chão e, por mais que sacudisse as asas, elas não respondiam, porque não haviam crescido o suficiente para agüentar seu peso. Por falta de exercício para sair do casulo, ela estava muito gorda e não conseguia voar. Debateu-se assim por horas e finalmente morreu no meio da relva, deixando perplexo o homem que pensara em facilitar-lhe a vida.

Os seres humanos, assim como as borboletas, quando precisam
sair do casulo, têm de vencer as dificuldades a partir dos seus próprios esforços. Excesso de proteção acaba por prejudicar a evolução e atrasar a mente.

Por isso, ao ter de enfrentar uma situação muito difícil, não se revolte caso você não encontre a ajuda esperada. Talvez, ter de
se desvencilhar sozinho do problema seja necessário para seu crescimento.

Ao resolvê-lo, você estará pronto e livre, como uma borboleta,
para continuar o seu caminho.

 

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

2 respostas para “SAIA DO SEU CASULO, MESMO QUE SÓ…”

  1. LEDA disse:

    AMIZADE  E IGUAL  A FELICIDADE… POIS ESTOU AQUI PARA TE FAZER UMA VISITA E AGRAQDECER
     A SUA AMAVEL VISITA  POIS ME DEIXOU MUITO FELIZ..
                                                   

    Primavera
    Que chega em força
    Com o verde das arvores
    O cantar dos pássaros
    Com o perfume das flores
    O som da manhã que é suave
    O verde dos campos que transborda
    Uma alegria sem fim
    Mas quando chega a noite
    O sol desaparece faz frio
    Mas a lua aquece
    As flores nos galhos
    Que enfeita os dias
    Faz uma força na alma
    Com é bom acordar ouvir o som
    Das andorinhas que voam no ar
    Com o seu cantar
    Fico feliz de ver a
    Primavera chegar
    Estrelícia…
    DESSA  AMIGA LÊDA SOARES…

  2. Araceli disse:

    OLá bom dia!
    lindas mensagens! vem retribuir a visita!
     
    beijos,
     
    ara

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s